09
Mai 18

Para que a última Revisão Orçamental de 2017 tivesse o acordo da CDU, entre várias outras questões, a CDU em reunião com o Presidente da Câmara, colocou como condição a inclusão de uma verba de 100.000 Euros, para início de procedimentos relativos à construção de um novo edifício para a Junta de Freguesia de Alfena.

O Presidente da Câmara aceitou este compromisso, incluindo nessa Revisão Orçamental a referida verba de 100.000 Euros.

No Orçamento da Câmara para 2018, não consta a referida verba de 100.000 Euros, que deveria ter transitado do exercício de 2017.

A pergunta feita ao Presidente da Câmara na discussão sobre o não aparecimento da verba de 100.000 Euros destinada a um novo edifício para a Junta de Freguesia de Alfena, o Presidente respondeu que não há processo nenhum de terreno.

A questão que se coloca é a seguinte: Se não há processo nenhum de terreno para sustentar tal verba no Orçamento para 2018, significa que a inclusão de uma verba de 100.00 Euros destinada a um novo edifico da Junta de Freguesia de Alfena na Última Revisão Orçamental de 2017, violou todas as regras a que o município se sente obrigado, porque foi uma verba incluída numa rubrica onde não existia processo para tal.

Face a esta grande contradição do Sr Presidente da Câmara e para um cabal esclarecimento da situação, requeremos:

Que nos seja esclarecido por escrito, o porquê da inscrição de uma verba de 100.000 Euros na última revisão Orçamental de 2017; inscrição de verba essa, que o Sr Presidente da Câmara com as suas explicações em 2018, deixa no ar a suspeição de que teria sido ilegal.

 

Os eleitos da CDU na Assembleia Municipal

.: cduvalongo às 08:50

ELEITOS
Assembleia Municipal
Campo & Sobrado
Ermesinde
Valongo
pesquisar neste blog
 
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31