Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

REQUERIMENTO - Parque da Soccer

20.09.19

Em agosto de 2013, em plena campanha eleitoral, o PS com o então candidato à Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, apresentava o projeto “Parque do Leça” - futuro pulmão da cidade de Ermesinde. Localizado na zona da Resineira, seria instalado num espaço de 120 mil metros quadrados, alargando o agora designado Parque da Soccer.

Dizia então José Manuel Ribeiro que a “ideia fica mais barata para concretizar do que a última multa que a Câmara teve que pagar por demolir uma casa de forma ilegal”.

Passados 6 anos e já a meio do segundo mandato, pretendemos saber qual o ponto da situação deste projeto. E o que tem impedido a sua concretização.

Valongo, 16 de setembro de 2019

A CDU – Coligação Democrática Unitária / Valongo

2 comentários

  • Imagem de perfil

    cduvalongo 25.05.2020

    “Sobre o pedido adicional da CDU, importa esclarecer que toda a informação prestada anteriormente é relativa ao projeto do Parque do Leça, Ermesinde, e não sobre o parque construído, como parece ter sido a conclusão retirada da resposta inicial.

    O projeto do parque do Leça teve inicio em dezembro de 2016 e foi concluído em janeiro de 2018, tendo o valor estimado de 1.511.774, 44 €.

    De facto, nenhuma das ações do programa apresentado se encontra executada no terreno.

    Para clarificar a informação anterior, voltamos a apresentar a representação esquemática do faseamento do projeto, o qual tem por objetivo fasear o investimento necessário:

    O projeto do Parque do Leça, foi dividido em duas fases, 1 e 2, as quais foram subdivididas em duas partes, A e B.

    Na presente data, encontra-se a decorrer o concurso púbico para a fase 2A do projeto - construção de horta e pomar, em terrenos que são já propriedade da autarquia.

     

    Relativamente à obtenção dos terrenos necessários à restante ampliação do Parque do Leça, foram efetuados em 2016 os primeiros contactos com os diversos proprietários.

    Nesta fase está em curso o processo para expropriação das parcelas necessárias à construção da Fase 1B.”

  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.