Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

AF Ermesinde - Recomendação para a proteção das árvores dos espaços públicos na freguesia de Ermesinde

22.12.14

Mais uma vez, ainda mal começou o Inverno, estamos a ser confrontados com a mal chamada "poda", que desfigura e enfraquece as árvores dos nossos espaços públicos, parques, jardins, escolas, etc..

Nenhum argumento técnico, muito menos estético, pode justificar este massacre anual dos arvoredos públicos, no qual, em poucos minutos, a motosserra decepa ramos que levaram anos a crescer, privando a árvore das suas reservas e da sua beleza original.

A “poda camarária “ é apenas um hábito rotineiro e primitivo e, como todos os hábitos deste tipo, não tem nenhuma explicação racional.

Esta prática tem como efeito a degradação estética das árvores e o seu declínio e morte prematura.

Já em diversas ocasiões, ao longo dos anos, falámos, aqui e noutros órgãos autárquicos, deste problema. Com poucos resultados.

Agora que a Junta de Ermesinde tem delegadas competências para tratar dos espaços verdes da cidade, é uma boa oportunidade para serem tomadas algumas medidas urgentes para melhorar esta situação, a saber:

- Cancelar de imediato todas as intervenções de “poda” em curso, que até ao momento desfiguraram já para os próximos anos, algumas árvores (em frente à escola Secundária de Ermesinde, por detrás da Quinta do Taborda, etc.. ;

- Acabar de vez com a chamada “ poda” -  o tempo e o trabalho das pessoas empregues nestas práticas injustificadas pode ser utilizado com muito maior proveito na plantação de novas árvores e no tratamento adequado das que já existem. Qualquer operação de corte deve limitar-se a situações a definir por critérios técnicos e com conhecimento de causa.

- Garantir o respeito pela forma natural da árvore, que lhes foi dada pela Natureza.

 

- Proceder à plantação de mais árvores nas nossas ruas, praças e jardins e deixá-las crescer na sua forma natural.

- Garantir a formação técnica, necessária, adequada e inadiável do pessoal encarregue deste trabalho;

- Promover junto da população a educação ambiental e o respeito pela árvore; e promover a educação ambiental pelo bom exemplo que deve ser o respeito pela árvore;

- Plantar espécies adequadas a cada situação e a cada local;

- Diversificar as espécies de árvores dos nossos jardins e ruas, utilizando árvores e arbustos da Flora portuguesa.

Estas são apenas algumas das verdadeiras boas práticas ambientais que enriquecerão e embelezarão a nossa cidade, com consequências positivas para o bem-estar dos cidadãos.