Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

JFE - Algumas correcções relativamente à entrevista dada ao Jornal “Repórter de Gondomar”

03.04.08

No suplemento dedicado ao Concelho de Valongo do jornal “Repórter de Gondomar” é possível ler uma reportagem feita ao Sr. Presidente da Junta de Ermesinde, tal como aos restantes presidentes das Juntas do concelho.

Ao Sr. Presidente foi dada, desta forma, a honra de representar a cidade de Ermesinde perante os leitores do Jornal. A sua responsabilidade era imensa, as suas palavras foram desastrosas.

O Sr. Presidente referiu alguns elementos errados, tais como o número de alunos da Escola Sec. de Ermesinde, dizendo que são 3000, em vez dos 1700 diurnos e 500 nocturnos. Contando apenas com os 1700 alunos, a Escola Secundária de Ermesinde tem mais 50% de alunos do que a sua capacidade.

Outro elemento de análise é a sua previsão de crescimento populacional, o Sr. Presidente considera que o número de habitantes poderá em 5 anos chegar ao dobro do existente (80000 habitantes). Se tal fosse viável diria que os responsáveis na Câmara Municipal de Valongo deveriam ser condenados a pena de prisão. Actualmente com os cerca de 40000 habitantes, as vias que ligam Ermesinde estão congestionadas, com o aumento por si anunciado não poderiam os Ermesindenses deslocarem-se para os seus postos de trabalho. O caminho-de-ferro, transporte fundamental para a cidade, também está sobrelotado, os comboios viajam com gente até à porta, o aumento para o dobro da população seria, neste campo, a catástrofe. O “vasto conjunto de infra-estruturas” a que o Sr. Presidente se refere são apenas 3: Parque Urbano, Fórum Cultural e Vila Beatriz. As zonas de lazer da cidade são escassas para as pessoas que já aqui vivem.

Os elementos políticos presentes na sua reportagem poderão ser questionáveis aos olhos da CDU. Quando o Sr. Presidente se refere às “muitas carências e dificuldades ao nível social”, eu lembro-lhe um ditado popular “não se deve dar o peixe, deve-se ensinar a pescar”. O Sr. Presidente tem na gaveta um projecto para a criação de um gabinete de acção social, gabinete esse que poderá, realmente, ser mais um elemento para tentar colmatar algumas das carências dos Ermesindenses.

Ainda nessa pequena reportagem, o Sr. Presidente refere que a transferência para a Junta de 297 mil euros não chega para as necessidades. Se analisarmos as contas deste mandato, o que vemos é exactamente o oposto, a Junta não tem falta de verbas, a percentagem de concretização das actividades é que é diminuta.

Relativamente, à “grande vitória” que alcançou quem abraçou a causa do Rio Leça, queremos apenas recordar-lhe que muito ainda há para fazer, e que só deveriam cantar vitoria quando o rio estivesse de novo vivo. Lembramos, que se o Rio chegou à situação actual, muito se aos 14 anos de governação do PSD.

Esta nossa intervenção serve apenas para mostrar que estamos atentos e que esperamos que o Sr. Presidente honre o lugar que ocupa.

Ermesinde, 2 de Abril de 2008


A Coligação Democrática Unitária

2 comentários

Comentar post