Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Reunião da Junta de Ermesinde:

06.07.06

Com o PS mais calmo foi possível desenvolver nesta reunião da Junta de Ermesinde um trabalho mais proveitoso, discutindo-se alguns aspectos de interesse para os Ermesindenses.


Na intervenção antes da ordem do dia, a nossa eleita abordou a problemática do Rio Leça, frisando alguns pontos (ver tomada de posição) que gostaria de ver discutidos na reunião que o Sr. Presidente irá ter com a Lipor, a Quercus, a DECO, os SMAS e a CMV. O Sr. Presidente ficou muito receptivo à proposta de Sónia Sousa, tendo ficado inclusivamente com algumas fotografias tiradas aquando do passeio realizado pela CDU no passado dia 18 de Junho.


Seguidamente, Alcina Meireles falou do riacho existente na Rua 5 de Outubro, junto à Quinta de Sonhos, bem como da falta de limpeza de um terreno situado na Avenida Primavera.


Artur Costa referiu que tem sido mal interpretado e que os elementos do público não o deixam desenvolver calmamente o seu trabalho. Num dos seus já habituais comentários, disse ainda que o que a CDU trazia sobre o Rio Leça não era novo (mais uma lapalissada, mau era que só agora é que este dirigente politico se tivesse apercebido da situação caótica do rio!).


O vogal Almiro referiu que não gostou da forma como o Executivo foi tratado na última reunião.


No período destinado à ordem do dia, foi discutida a criação de uma revista sobre a freguesia, que ficaria por 1175€ por número. Perante este valor, a eleita da CDU votou contra a proposta, referindo que, neste momento, o Executivo deve ter outras prioridades e que até agora (usando das palavras proferidas pelo vogal do PSD) a Junta não desenvolve actividades para encher as páginas de uma revista. Na opinião de Sónia Sousa, esse dinheiro deveria ser investido na realização de mais iniciativas para os Ermesindenses.


Seguidamente, o Sr. Presidente deu a conhecer o programa definitivo das Comemorações do Dia da Cidade (dia 13 de Julho, quinta-feira). Este será realizado no Parque Urbano e é constituído por:



Durante o Dia
Actividades para as crianças (insufláveis e pinta faces).
21h00
Espectáculo de magia;
Fadista Gisela;
Orfeão e Grupo de Cavaquinhos da Ass. Académica e Cultural de Ermesinde;
Actuação do grupo folclórico da Casa do Povo.

No ponto seguinte, foi atribuído um subsídio extraordinário de 400€ à Casa do Povo.


Relativamente ao Mercado, nada foi adiantado; espera-se agora por um parecer técnico da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.


Na reunião tida com o arquitecto da Câmara, ficou decidido que será construída uma mini-loja em cada cemitério para a venda de cera e flores. Nessa mesma reunião, a CMV informou o Sr. Presidente que, no caso da Junta não aceitar a doação do Moinho da SOCER, esta será aceite pela CMV. Sobre este assunto, veja-se a tomada de posição da CDU publicada abaixo.


Não querendo levantar polémicas, parece-nos indispensável relatar aqui um momento incrível da Reunião: referimo-nos ao momento em que um elemento do PS referiu que, com a obra da SOCER, as margens do Rio tinham sido limpas. Tamanha ignorância até dá para chorar; para este senhor, limpar as margens é matar toda a galeria ripícola. Não queremos dizer com isto que todos os cidadãos com cargos políticos tenham de dominar assuntos ambientais, mas até o senso comum sabe que a vegetação que envolvew o Rio tem uma enorme importância na preservação das margens e no controlo das águas. O assunto da aceitação do Moinho pela Junta foi, porém, deixado para uma próxima reunião.


Deu-se por concluída a recolha de assinaturas relativamente à Estação de Caminhos-de-Ferro, o que permitirá que nesta semana siga para a REFER o abaixo-assinado.



E assim se concluiu mais uma reunião da Junta de Ermesinde.

7 comentários

Comentar post