Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Intervenção de Adriano Ribeiro, eleito da CDU na AF Campo, na última Assembleia Municipal

24.09.07

Srª Presidente, Senhores Deputados, Sr. Vereadores, minhas senhoras e meus senhores:

Chamo-me Adriano Ribeiro, sou natural e residente nesta freguesia e, actualmente, sou também membro da Assembleia de Freguesia de Campo.

Gostaria de começar por louvar a iniciativa de realização desta Assembleia Municipal na minha terra, no âmbito do objectivo de aproximar a Assembleia Municipal aos cidadãos e daí as minhas boas vindas a todas v/ ex.as.

Mas a minha grande esperança é que a realização desta Assembleia Municipal em Campo, sirva, de facto, não só para aproximar v/ ex.as dos reais problemas desta terra, mas que sirva também, e acima de tudo, para a sua efectiva resolução.

Se não for para os resolver, a realização desta Assembleia Municipal na freguesia de Campo pode correr o risco de não passar de uma simples aparência e de um acto de fachada.

Não será por falta de conhecimento dos responsáveis autárquicos locais e concelhios que os habitantes desta terra, nomeadamente os da zona de ponte de Ferreira e além do rio, não têm uma ligação digna desse nome com a vizinha freguesia de Sobrado, passando pela Lomba, a uns curtos 500 metros apenas.

Não é pelos mesmos motivos que a via distribuidora da zona industrial de Campo não é construída. Mas o que chega ao meu conhecimento é a afirmação da câmara, de que, essencialmente, tudo depende do traçado definitivo do ic 24 naquela zona. Só que a Junta de Freguesia de Campo, por sua vez, informa que o traçado está definido e se a via distribuidora não avança é por falta de vontade de alguém. De quem será? Eu lembrava aqui que a Junta de Freguesia de Campo é fruto do entendimento do PS com o PSD e que funciona em grande sintonia.

Lembrava também que o problema do SC Campo é um problema absolutamente insignificante, se o inserirmos no contexto e dimensão de um plano de actividades e de um orçamento como o desta Câmara Municipal. E se não se resolve, em meu entendimento, não é alheio o facto de, passado um dia apenas sobre o entedimento dos eleitos municipais da CDU com a CMV para viabilização do orçamento camarário para 2007, mas sob o compromisso da câmara, entre outros assuntos, de resolver o problema do SC Campo, os eleitos do PSD e do PS em Campo se juntarem numa moção a contestar esse acordo e criarem obstáculos à solução do problema.

As minhas dúvidas, no entanto, permanecem em muitos pontos. Será por falta de conhecimento por parte da câmara, através dos departamentos respectivos, que não se resolvem situações como a verificada na travessa dos desportos, próximo do Campo do SC Campo - que vai a caminho de um ano, um ano, meus senhores! Que desabou um muro sobre a referida rua, obstruindo-a em mais de 80% e impossibilitando a circulação automóvel, ambulâncias inclusive, situação que deveria envergonhar qualquer autarca municipal, a começar pelos da freguesia de Campo.

Em Junho de 2007, meio ano depois do sucedido, coloquei este problema na Assembleia de Freguesia e fui informado de que a junta não tinha conhecimento, o que é deveras lamentável. Mas, se não tinha conhecimento, a partir daquela altura passou a tê-lo, e até hoje tudo continua na mesma.

Não será por falta de conhecimento que um novo centro de saúde não tem pernas para andar. O jornal de notícias da passada sexta feira noticiava uma visita de uma comitiva do PS ao centro de saúde de Campo. Com toda a legitimidade deste mundo para a visita,, fica no entanto a dúvida: em nome de quem garante uma comitiva partidária que, para o ano, haverá climatização no centro de saúde de Campo? Em nome do partido? Em nome do governo? Ou em nome da assembleia da república?

É que na hora de pedir-se responsabilidades, é mais fácil empurrar-se de uns para os outros. Mas se tinha poderes para o fazer, porque não garantiu aos mais de 2000 utentes do centro de saúde de Campo sem médico de familia, que o passariam a ter?

Dizia a mesma notícia que iriam pressionar a câmara para que esta disponibilizasse um terreno para a construção de um novo centro de saúde em Campo.

Se é da competência da câmara garantir o terreno, apelo para que a câmara o faça com a maior urgência possível. Se não é, que clarifique urgentemente a sua posição perante quem de direito.

É que, no reino das minhas dúvidas, uma maior subsiste: será que há vontade das instituições para a construção de um novo centro de saúde em Campo?

É que o sr. Presidente da Junta de Freguesia de Campo, presumo que em nome do PS, afirmou em plena Assembleia de Freguesia que, se o poder politico fosse inteligente, entregaria aos privados, através de parcerias, os serviços de saúde da freguesia de Campo.

Vai longa a minha intervenção e, por isso, tenho de concluir, apelando para que os srs. Vereadores me respondam sobre:

O que há de concreto em relação à ligação Campo-sobrado por além do rio-lomba?

Qual a situação da via distribuidora?

O que diz a câmara sobre o terreno para o centro de saúde de Campo?

O que há de novo em relação à situação do sc Campo?

O que pensa fazer a câmara sobre a obstrução da travessa dos desportos aqui por mim denunciada?

Adriano Ribeiro

24 Setembro 2007