Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Jerónimo de Sousa de visita a Campo

22.07.07
O Secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa visitou hoje Campo, por ocasião do encerramento das comemorações da abertura do Centro de Trabalho do PCP nesta freguesia.

Foi recebido no Centro de Trabalho, onde fez uma breve alocução sobre a importância das organizações locais do Partido e dos seus centros de trabalho, visitou interessadamente o Museu da Lousa, pela mão da sua Directora e assistiu ao espectáculo proporcionado pela Orquestra ligeira da Banda Musical de Campo e pelo Grupo coral Trovas Antigas. Esta jornada política, que encheu de alegria os comunistas de Campo e os amigos do Partido , que a ela assistiram, terminou com uma intervenção de Adriano Ribeiro, entre outras coisas recordou todos os que, presentes e ausentes, ao longo destes trinta anos contribuiram para erguer a organização do Partido em Campo e com o discurso de improviso  de Jerónimo de Sousa. Neste discurso, de conteúdo tão profundo como didáctico, o Secretário-geral do PCP traçou o panorama da política de direita do chamado partido socialista e realçou a necessidade e a justeza da luta dos comunistas e de todos os que a ela se opõem de forma activa e consequente.  Duas frases, das muitas que poderiamos aqui transcrever, destacamos deste improviso:

"No PCP tão importante é o militante que desempenha a mais humilde tarefa num desconhecido Centro de Trabalho, como o que vem à televisão explicar e defender a linha do partido de que todos somos membros e iguais em deveres e direitos.  No PCP não há camaradas de diversas categorias, quando muito haverá camaradas com diversas responsabilidades".

"Costumo muitas vezes citar o poeta que disse que quem perdeu os bens perdeu alguma coisa, quem perdeu a dignidade perdeu muito e quem perdeu a coragem perdeu tudo. É certo que perdemos alguns bens, direitos, conquistas de Abril, perdidas, certamente; mas, nós comunistas estamos longe de ter perdido a dignidade e ainda menos a coragem, a esperança, a confiança, que as coisas hão-de mudar, que o Povo há-de ser capaz de continuar a lutar por uma vida melhor e por uma sociedade liberta da exploração do Homem pelo Homem".      


Jerónimo de Sousa dirigindo-se aos camaradas no CT de Campo

 


No Centro Cultural de Campo


 


A sala

 


1 comentário

Comentar post