Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

JFE - Balanço da Actividade - Comemorações do 25 de Abril

03.05.07

De há uns anos a esta parte, as comemorações do 25 de Abril têm adquirido crescente notoriedade na Cidade de Ermesinde. Para além das próprias iniciativas, a publicidade às mesmas faz com que mais pessoas se apercebam da existência desta data e aprofundem o conhecimento acerca do seu significado e importância. Numa altura em que, para muitos, o 25 de Abril é mais um feriado para encurtar a penosa semana de trabalho, em que alguns projectam abrir um Museu de homenagem ao ditador e ao regime responsável por grande parte dos atrasos de Portugal, tanto a nível económico como social, em que surgem inquietantes manifestações de saudosismo fascista, é premente que se continue a trabalhar no sentido da promoção deste marco histórico.

Em jeito de balanço das comemorações do 25 de Abril em Ermesinde, o primeiro ponto a mencionar tem que ver com a divulgação das iniciativas dinamizadas pela Junta. Assim, foram colocadas faixas, distribuídos cerca de 1000 panfletos, colados cartazes, mandadas inúmeras mensagens, etc.

Quanto às iniciativas propriamente ditas, cerca de 250 pessoas saíram à rua e, de uma forma diferente, comemoraram a data. “Correram livres” por Ermesinde e passaram uma manhã de Domingo diferente. Em termos financeiros, esta iniciativa custou, aproximadamente, o preço das t-shirts. Foram envolvidas entidades públicas e privadas na sua organização e recebidos patrocínios materiais (como, por exemplo, a água, as faixas promocionais, as bolachas, o sistema de som e a animação antes e depois da corrida), facto que deve ser realçado e demonstra capacidade de trabalho em parceria com as forças vivas da Cidade.

Terá o número de participantes sido pequeno? Talvez, se tivermos em conta a população da Cidade, mas considerando que foi a primeira vez que se levou à prática uma iniciativa do género, consideramos que o número não foi aquém das expectativas. Como correu a corrida? Bem, o que é possível afirmar com segurança é que as pessoas estavam notoriamente bem dispostas.

Também no dia 22, mas da parte da tarde, tivemos a oportunidade de ouvir um concerto de tributo ao cantor e compositor Zeca Afonso. Numa sala quase cheia, um grupo para nós quase desconhecido, mas com muita qualidade, fez um retrato perfeito do músico, num espectáculo bem organizado e profissional. No fim, ficamos com a ideia que nem só o que é caro é que é bom.

Que mais poderia ter sido feito neste caso? Mais publicidade. Numa Cidade como Ermesinde, é difícil que a informação chegue ao conhecimento de toda a população. A repetir as iniciativas, teremos de apostar mais nas acções de divulgação das mesmas.

Entretanto, por falha exterior à Junta, recebemos, fora do prazo, os cartazes concorrentes ao concurso; apesar do número ser reduzido, os trabalhos são de excelente qualidade. Consideramos que a atribuição do prémio e o uso do cartaz vencedor nas próximas comemorações poderá incentivar ao sucesso futuro deste tipo de iniciativas.

Na manhã do dia 24, recebemos na nossa cidade o historiador Manuel Loff. O debate, para alunos das escolas secundárias e básicas, foi de grande qualidade. Num anfiteatro cheio, Manuel Loff conseguiu prender a atenção da maioria dos alunos, deitando por terra alguns dos mitos salazaristas e revelando algumas verdades incómodas para alguns revivalistas do Estado Novo.

Na manhã do dia 25, apesar do hasteamento da bandeira não ter sido feito com a presença dos elementos da Assembleia de Freguesia, nem com todos os elementos do Executivo, as comemorações decorreram com normalidade. Saliente-se, neste dia, a corrida juvenil. Esta encheu a frente do edifício da Junta com alegria e com as habituais traquinices da miudagem. Apesar do número de crianças envolvidas, mais pode ser feito. Sem envolver muito dinheiro e sem implicar muito trabalho, esta iniciativa pode e deve ser melhor organizada. Por exemplo, numa próxima vez, não será difícil a colocação de grades de forma a impedir que os pais se amontoem na partida.

A reflexão sobre a forma como decorreu e como foram organizadas as comemorações é importante, porque só assim as poderemos melhorar. A CDU tudo fez para que estas iniciativas fossem dignas e tivessem sucesso. Apenas consideramos lamentável que o PS se tivesse colocado à margem da organização das mesmas. Não sabemos, nem é nossa obrigação saber, se foi por opção ou se por interesse do PSD.

A CDU/Ermesinde

2 de Maio de 2007

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.