Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Mais Parquímetros para Ermesinde

05.01.06
A reunião do Executivo da Junta no passado dia 4 de Janeiro decorreu com algumas intervenções mais acaloradas de três cidadãs, sobre o fecho do cemitério no dia de Natal e no dia de Ano Novo. Foi também chamada a atenção do executivo para a necessidade de termos uma recolha dos eco-pontos mais contínua, e mais papeleiras nas ruas. A situação caótica a que a Rua da Índia Portuguesa chegou, foi um dos assuntos levantados nas intervenções do público.
Sónia Sousa questionou o Presidente da Junta sobre a entrega da moção aprovada na última Assembleia de Freguesia e sobre a recepção da Câmara ao apelo feito para a construção de passeios na Trav. 1º Dezembro. Artur Pais afirmou que a moção ainda não foi enviada para a Câmara, mas que o pedido da construção do passeio já tinha sido entregue.
A nossa eleita, quis saber qual a posição da Câmara relativamente aos parquímetros. A resposta que obteve foi alarmante, “Só peca por atraso. Esta atrasada a colocação de parquímetros em outras ruas da cidade”.
Foram realizadas ainda as intervenções sobre a iluminação da paragem junto à Estação de Ermesinde (ver anexo) e sobre o ringue junto ao Café Domino (ver anexo).
No primeiro ponto da ordem de trabalhos, estava agendada a discussão do projecto para o 2º piso do Edifício da Junta. A opinião da CDU é que se devia seguir o projecto original, com a criação de uma biblioteca (ver proposta da CDU da reunião do dia 22/11) e um anfiteatro. Apesar da oposição momentânea do PSD, esta proposta foi aceite por unanimidade.
No segundo ponto da ordem de trabalhos, foi discutida a venda ilegal de cera no cemitério. Esta situação é do conhecimento da Junta e teve a aceitação tácita de vários executivos. Foi decidido por unanimidade que se iria acabar com este negócio ilegal. A única questão que levantou alguma discussão foi o tempo que se deveria dar, para que as pessoas que lá vendem, o deixassem de fazer. Na opinião de Sónia Sousa podia-se esperar pelo fim do mês de Abril (4 meses), permitindo que a cera fosse vendida na Páscoa, para que as pessoas que lá a vendem, pudessem organizar melhor a vida. Esta opinião não foi bem acolhida pelos restantes elementos, tendo sido feitas acusações de demagogia à nossa eleita. Na nossa opinião, tendo a junta aceite durante tanto tempo esta situação, não seria mais dois meses o problema. Foi, assim, dado um prazo de dois meses, para que fosse terminado tal negócio.
Seguidamente, foi aceite o protocolo de limpezas de ruas e escola estabelecido com a Câmara.
Ainda, relativamente à temática Cemitérios, foi aprovado o aluguer de estruturas a colocar em redor das sepulturas, em vez do tradicional cimento. Estas estruturas serão alugadas (por tempo indeterminado) por 60€ (preço inferior ao pago pela cimentação).
Na comunicação do Presidente, foi proposta a aceitação de um estágio do CESAE, para a criação de uma página Web da Junta. Foi atribuída uma verba de 400€ às escolinhas do Ermesinde, para que esta faça uma caderneta de cromos, com os jogadores das escolinhas. O dinheiro retirado deste projecto, será empregue na formação de jovens.
Relativamente a um pedido de camas, colchões anti-chagas e cadeiras realizado pelo Centro de Saúde de Ermesinde, ficou agendada uma reunião entre o Presidente da Junta e os responsáveis deste serviço.