Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Assembleia Municipal de Valongo - reunião de 27 de Junho. Período de antes da Ordem do Dia.

09.07.12

Na sua intervenção no período de antes da ordem do dia na Assembleia Municipal de 29/6/2012, o eleito da CDU, Adriano Ribeiro, abordou diversos temas.

Começou por comentar a recente demissão e substituição de Fernando Melo como Presidente da Câmara, referindo que ela não corresponde a um novo ciclo, sobretudo de “desenvolvimento e progresso”, mas antes confirma o fiasco das políticas em curso, o esgotamento da coligação PSD/CDS e demonstra o fracasso da sua governação concelhia. O eleito da CDU notou ainda a ausência de uma estratégia de desenvolvimento do concelho pela coligação e a sua incapacidade em dar a volta à situação de falência, a que os próprios, com a mão do PS em opções estratégicas, conduziram Valongo, e que ficará para a memória como a imagem de marca destes partidos. Adriano Ribeiro disse ainda que, previsivelmente, a coligação PSD/CDS, perante a necessidade de afirmar publicamente um candidato a Presidente de Câmara nas próximas eleições autárquicas, omitindo o fracasso das suas políticas, desenvolverá até ao final do mandato um esforço de propaganda para branquear os seus erros.

 

Prosseguindo a sua intervenção neste período, salientou, nos seguintes termos, a situação no Hospital de Valongo: Há cerca de duas semanas atrás, noticiava-se em grande destaque o encerramento nocturno das urgências do Hospital de Valongo. Apenas dois dias depois, aparecia em destaque o novo Presidente da Câmara de Valongo, a garantir que não era bem assim e que as urgências já não fechavam. Pedimos uma reunião com a Administração do Hospital e ficamos com uma ideia que isto é uma questão de prazo. Isto é a completa balbúrdia nos serviços hospitalares, mas sempre sob o mesmo objectivo: a destruição do Serviço Nacional de Saúde, para dar satisfação aos serviços privados, que em todos os cantos e esquinas, não cessam de abrir. Não encerram as urgências no período nocturno no Hospital de Valongo? Falta apenas saber até quando.

 

De seguida, o eleito da CDU resumiu a situação nas escolas do concelho em poucas palavras: com a dificuldade da Câmara de Valongo poder dar resposta, devido à sua situação financeira, no plano da componente de apoio à família, na Rede Pública da Educação Pré-Escolar no nosso Município, as Juntas de Freguesia, mais uma vez, tentam garantir esse apoio tão necessário às famílias, substituindo as obrigações de instâncias suas superiores.

 

Sobre o novo Mapa Judiciário, referiu noticias que foram chegando e davam conta do encerramento de serviços importantes no Tribunal de Valongo e do risco de desaproveitamento do novo edifício do Tribunal, inaugurado apenas há um ano. As últimas informações que nos chegam, dão-nos conta de que não era bem assim, e de que os estudos que tinham sido publicados, eram apenas “estudos piratas” e que, na realidade, Valongo até vai acabar por ficar, com melhores serviços do que tinha até aqui…

 

Numa breve nota sobre a Habitação Social, reportou-se à Acta de 19/4/2012, da Câmara, que refere que uma munícipe que pediu apoio para habitação social, foi informada que existem cerca de 600 pessoas em lista de espera e não se saberá quando será possível dar-lhe uma resposta. Poucos dias antes, o Jornal de Negócios dizia que Valongo era um dos Concelhos onde mais casas se entregaram à banca, por os donos já não as poderem pagar…

 

O eleito da CDU concluiu a sua intervenção apresentando e colocando à votação, uma Moção e uma Saudação, aprovadas ambas por unanimidade dos eleitos na AM e que transcrevemos integralmente:

 

MOÇÃO

SOBRE A DESRESPONSABILIZAÇÃO PELA STCP EM RELAÇÃO A LINHAS QUE SERVEM VALONGO

 Considerando que:

 No passado dia 28 de Dezembro, a Assembleia Municipal de Valongo aprovou, por unanimidade, uma moção sobre a oferta de transportes públicos da qual citamos um excerto:

  • ·         “Os transportes públicos são uma função social do Estado da maior importância para garantir o direito à mobilidade das populações, cada vez mais afectado pelos aumentos dos preços dos combustíveis e pela colocação de portagens nas ex-SCUTs.
  • ·         Os impactos da eventual concretização das medidas acima referidas serão brutais para os utentes dos transportes públicos.

 A Assembleia Municipal de Valongo, tem a responsabilidade de acompanhar, no sentido da salvaguarda dos interesses dos munícipes de Valongo, as alterações que se forem verificando em matéria dos principais serviços públicos, a exemplo do que tem acontecido com outros municípios da nossa área.

Assim, a Assembleia Municipal de Valongo, reunida em 28 de Dezembro de 2011, delibera:

Promover em tempo útil uma reunião envolvendo as forças políticas representadas na Assembleia Municipal, as Juntas de Freguesia, representantes do Ministério da Economia, da Autoridade Metropolitana de Transportes, das administrações da STCP, CP e Metro do Porto, com vista a uma avaliação das medidas perspectivadas para os transportes públicos.”.

 

E que deste então:

  • ·         Não foi dada sequência à deliberação supracitada;
  • ·         A STCP transferiu para exclusiva responsabilidade de empresas privadas as linhas 70 (Ermesinde – Porto) e 64 (Valongo – Alfena) e ainda que foram reduzidos os serviços da linha 94 (Campo – Porto), prejudicando a qualidade do serviço prestado e, no caso das linhas transferidas para a rede de operadores privados, sem que haja garantia da sua manutenção no futuro nos termos em que funcionam actualmente.

 A Assembleia Municipal de Valongo, reunida em 27 de Junho de 2012, decide:

  • ·         Renovar a decisão de promover uma reunião envolvendo as forças políticas representadas na Assembleia Municipal, as Juntas de Freguesia, representantes do Ministério da Economia, da Autoridade Metropolitana de Transportes, das administrações da STCP, CP e Metro do Porto, com vista a uma avaliação das medidas concretizadas e perspectivadas para os transportes públicos;
  • ·         Manifestar à sua crítica perante a desresponsabilização da STCP pelas linhas 70 e 64 e a sua oposição a qualquer perspectiva proceder da mesma forma com a linha 94;
  • ·         Enviar cópia desta moção à administração da STCP, à Autoridade Metropolitana de Transportes do Porto, à Assembleia e Junta Metropolitana do Porto, ao Governo e aos Grupos Parlamentares da Assembleia da República.

 Valongo, 27 de Junho de 2012

 

 

 

 

SAUDAÇÃO

Síndrome de Down: Seleção lusa campeã do mundo ( 21/Maio/2012)

 

A seleção portuguesa de atletismo para atletas com síndrome de Down sagrou-se, este domingo, campeã do mundo da modalidade. A competição decorreu durante três dias no Estádio João Paulo II, em Angra do Heroísmo nos Açores, e Portugal foi o grande vencedor, deixando para trás desportistas de 12 países. 

 

"Era um sonho que acalentávamos. Vir aos Açores, organizar o segundo campeonato do mundo em nossa casa e, se possível, ter a cereja no topo do bolo e ela está aqui", afirmou o selecionador nacional, Costa Pereira, em declarações à Lusa.

 

A atleta Maria João Silva, natural do Pico, esteve em grande destaque ao conquistar três medalhas de ouro. As medalhas foram obtidas nas provas de 1.500 e 800 metros marcha e em estafeta e deram uma contribuição decisiva para o resultado final, ajudando a colocar Portugal no cimo da classificação.

 

«Ela é campeã da Europa e duplamente campeã do Mundo», salientou Costa Pereira, lembrando que a atleta açoriana do Centro de Atividades Ocupacionais da Santa Casa da Misericórdia da Madalena, na sua ilha natal, detém os recordes em todas as distâncias.

 

Depois de todas as provas disputadas, Portugal somou um total de 334,5 pontos, contra os 196,5 da Venezuela, segunda classificada, e os 169 da África do Sul, que ficou em terceiro lugar no mundial.

 

A próxima edição do Campeonato do Mundo de Atletismo para atletas com síndrome de Down realiza-se dentro de dois anos, desta vez na África do Sul.

 

POR ESTE FEITO, A ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE VALONGO, REUNIDA A 27/6/2012, DELIBERA MANIFESTAR A SUA SATISFAÇÃO E TRANSMITIR TODOS OS RESPONSÁVEIS POR ESTA IMPORTANTE FRENTE DE TRABALHO, AS SUAS MAIS CALOROSAS SAUDAÇÕES.

 

A ENVIAR AOS RESPONSàVEIS DA SELEÇÃO PORTUGUESA DE SINDROME DE DOWN

VALONGO, 27/6/2012

O ELEITO DA CDU