Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

1º Revisão Orçamental da Junta de Freguesia de Ermesinde - Declaração de Voto

06.04.06
1ºRevisão Orçamental é aprovada apenas com os votos favoráveis do PSD.

Declaração de voto da CDU:

Ermesinde, 5 de Abril de 2006

Na opinião da CDU, o processo referente à primeira Revisão Orçamental foi conduzido de uma forma extremamente incorrecta.

A tentativa de “democratizar” o processo, colocando à disposição da oposição 102 021,15€ não passou, na perspectiva da CDU, de uma manobra de diversão, que tentou esconder as atitudes autoritárias do Sr. Presidente da Junta. A conclusão do edifício é uma prioridade. Logo, nenhum membro do executivo iria propor outras actividades que pudessem colocar em causa a conclusão das instalações. Sabemos que, se o edifício não for concluído, não verá atribuído o necessário licenciamento. A CDU não é uma força política irresponsável e tem apenas uma palavra. No nosso programa, comprometemo-nos com a população a tudo fazer para que a obra se conclua. Por isso, nunca poríamos em causa a conclusão deste edifício. Não percebemos como é que o PSD poderia, seriamente, aceitar que tal verba fosse adjudicada a uma outra iniciativa. Portanto, consideramos que tal acto não passou de demagogia politica.

Durante a discussão deste reforço, deparamo-nos várias vezes com um Presidente da Junta que aparentava não ter estudado suficientemente o documento que trouxe para discussão. Se o Sr. Presidente conhecesse o documento, teríamos conseguido que a discussão fosse mais breve e mais proveitosa. A oposição não foi informada dos motivos que levaram à abertura de algumas rubricas e ao reforço de verbas em outras. Só após ter sido questionado sobre os motivos que levaram à abertura de rubricas é que o Sr. Presidente informou que se iria votar a abertura de um concurso para coveiro, situação que obrigaria a tal abertura. Este facto é grave. O Sr. Presidente antes de consultar a opinião dos membros do executivo, já tinha como certo que estes iriam votar favoravelmente. Se a oposição não tivesse chamado à atenção para este facto, o Sr. Presidente não colocaria à discussão a abertura do concurso (para tal basta consultar a ordem de trabalhos). Resumindo o Sr. Presidente da Junta pôs “a carroça à frente dos bois”.

Apesar de todo este processo ter sido conduzido de forma menos correcta, apreciamos positivamente os reforços apresentados em rubricas que envolvem, por exemplo, o ensino, a cultura e a educação.

Atendendo a estas considerações, a CDU abstém-se na votação da Primeira Revisão Orçamental de 2006.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.