03
Abr 18

Na votação do Orçamento/Plano de Atividades 2018, optamos por votar contra, evocando um conjunto de razões por todos já conhecido.

 

O PS, agora com maioria absoluta, tem trilhado, ao longo destes pouco meses de duração do 2º mandato, um caminho de descrédito e de negligência, assente numa atitude egocêntrica, tomando as suas decisões unilateralmente e sem dar qualquer atenção às críticas da oposição.

Os erros desta governação vão-se somando, salientando-se: o negócio ruinoso dos parquímetros; o aumento do IMI, cujas consequências serão visíveis só no próximo ano; o aumento da derrama; o negócio que levou a futuros aumentos vergonhosos da água e o início de obras, como as de Cabeda, sem acautelar todas as necessidades para a sua conclusão. A par disto, o PS faz uso de publicidade paga a peso de ouro para diminuir o descontentamento dos valonguenses com todos estes desvaneios.

 

Para a CDU, esta revisão Orçamental, no valor de 3 milhões de euros (6% do total do orçamento), não é mais do que o reforço de verbas de uma estratégia definida aquando da elaboração do Orçamento/Plano de atividades, orçamento com um valor total de 49 milhões de euros.

 

Pelo exposto, não seria coerente que o nosso sentido de voto fosse diferente daquele que tivemos na votação do orçamento/plano de atividades de 2018, assim, iremos votar contra a 1ª revisão orçamental e 1ª Revisão das Grandes Opções do Plano do Ano 2018.

 

 

Valongo, 28 de março de 2018

A CDU – Coligação Democrática Unitária / Valongo

.: cduvalongo às 10:24

ELEITOS
Assembleia Municipal
Campo & Sobrado
Ermesinde
Valongo
pesquisar neste blog
 
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
17
18
19
20
21

22
23
24
25
28

29
30