Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Por iniciativa da CDU: Assembleia Municipal de Valongo aprova Voto de Pesar pelo falecimento de José Saramago

01.07.10

Por iniciativa do eleito da CDU na Assembleia Municipal de Valongo, foi aprovado um voto de pesar pelo falecimento do escritor português Prémio Nobel da Literatura José Saramago. Eis o texto do voto de pesar aprovado:

 

A morte de José Saramago constitui uma perda irreparável não só para nós, seus camaradas, mas para o povo português, designadamente para o povo trabalhador, do qual era originário e a quem amou na sua obra e durante toda a sua vida.

Constitui uma perda para a literatura e a cultura portuguesas, da qual foi representante e embaixador por direito próprio e reconhecido um pouco por todo o mundo entre os homens da cultura.

A atribuição do Prémio Nobel colocou Saramago na galeria dos escritores maiores, conferiu uma dimensão mundial sem precedentes à literatura, à língua e à cultura portuguesas e tornou Saramago o mais universal dos escritores portugueses, traduzido e editado em 27 países.

Tomando sua obra notável como um todo, Saramago inventou mais do que um estilo, um inovador ritmo oral na escrita, que não se limitou a narrar para os que o liam, mas a participar activamente na narração, devolvendo a história a todos aqueles que bastas vezes são ignorados pela linha oficial dos que escrevem a História.

Pela sua obra, percorre a indignação e o questionamento face a dogmas e à opressão que marcam o quotidiano dos povos.

Amando o seu povo, amou Abril com tudo o que comportou de concretização do sonho de transformação e de avanço progressista.

Pode ser abusivo, mas porventura José Saramago nunca teria criado a sua obra notável não fora esse Abril em que se assumiu como protagonista. Morreu o escritor. Ficou a sua obra e o seu exemplo.

A Pilar del Rio, sua mulher, e à sua família reiteramos as nossas condolências e solidariedade e, tal como ela afirmou no derradeiro adeus a Saramago, não é tempo de choro e lágrimas, é tempo de prosseguir o seu ideal e a sua luta pelo povo que o homenageou.

 

Pelo falecimento de José Saramago, a Assembleia Municipal de Valongo, reunida em sessão ordinária em 28 de Junho de 2010, aprova um voto de pesar.

 

A Coligação Democrática Unitária/Valongo

 

Aprovado com três abstenções do PSD.