Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Câmara de Valongo responde ao endividamento com... endividamento!

22.05.10

A CDU distribuiu hoje pelos órgãos de comunicação social o seguinte comunicado:

 

 

Câmara de Valongo responde ao endividamento com... mais endividamento!


Foi ontem divulgada publicamente a decisão da Câmara Municipal de Valongo de iniciar um processo de saneamento financeiro para tentar colmatar uma dívida de curto prazo que ascende presentemente a 22 milhões de euros.

 

O elevado endividamento da Câmara é antigo e conhecido; ainda recentemente, aquando da votação do Orçamento para 2010 e da análise das informações financeiras do primeiro trimestre do ano prestadas pelo Presidente da autarquia, a CDU denunciou o irresponsável despesismo eleitoralista de 2009, que fez aumentar consideravelmente as dívidas de médio e longo prazo e, em especial, a dívida de curto prazo da Câmara, impondo constrangimentos de grande monta à sua capacidade de actuação, que actualmente se limita, em grande medida, à gestão corrente do Município.

 

Agora, aproveitando a "crise", a Câmara Municipal de Valongo anuncia um "processo de saneamento financeiro" que, entre outras coisas, implicará a contracção de um novo empréstimo bancário para corresponder às necessidades de liquidação da dívida de curto prazo. Quanto a quem é responsável pela situação a que a Câmara chegou, nem uma menção! Durante mais de quatro mandatos, a gestão irresponsável e eleitoralista do PSD não só endividou a Câmara, como alienou o património e serviços municipais, os mesmos património e serviços que, se hoje estivessem na posse de autarquia, constituiriam as fontes de receita que faltam ao erário municipal.

 

Aos problemas de endividamento responde-se com... mais endividamento. E já se prevê quem pagará a factura deste "processo de saneamento financeiro": como sempre acontece nestas situações, será a população do concelho de Valongo, que verá aumentar as taxas dos serviços camarários (basta analisar o novo regulamento) e diminuir a capacidade de resposta da autarquia aos mais diversos níveis.

 

Quanto aos responsáveis do PS e aos ex-responsáveis deste Partido, agora organizados no movimento Coragem de Mudar, o que se vê - como, de resto, tem sido apanágio - é a sua concordância com a "inevitabilidade" destas medidas, que até "já deviam ter sido tomadas há mais tempo". É caso, entretanto, para perguntar: onde estiveram estes Partidos quando a dívida estava a ser feita? As mais das vezes, ao lado do PSD, como na votação do Orçamento para 2010, aprovado com os votos daquele Partido e do PS. Não admira, pois, que as medidas agora propostas gerem "consenso". É o Bloco Central em toda a sua magnitude, no plano local como no plano nacional.

 

Mais do que nunca, é preciso denunciar o estado de coisas e dizer claramente que a crise tem responsáveis. A Comissão Concelhia de Valongo do PCP fá-lo, na certeza de que, com a luta, os Valonguenses saberão caminhar no sentido da mudança de que o concelho precisa.

 

Valongo, 22 de Maio de 2010

A Comissão Concelhia de Valongo do PCP

1 comentário

Comentar post