Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Afinal qual é a percentagem de aumento do Iva?

18.05.10

O IVA para além das suas característica "cegas" por ser um imposto indirecto, que atinge todos independentemente dos seus rendimentos, irá sofrer um aumento em todos os escalões, dizem os entendidos que será um aumento de 1%, mas tal não é verdade.

Para compreender quanto aumentará cada escalão é necessário fazer a distinção entre percentagens e pontos percentuais, mostrando como, à "cegueira", se junta uma maior penalização para os chamados bens de consumo essencial que, por o serem, têm taxa reduzida de IVA, que passará para 6%, por aumento de 1 ponto percentual sobre 5% de imposto, aumento que se disse igual - em pontos percentuais! - ao do IVA dito normal, que passará de 20 para 21%, mas que - em percentagem! - será subida muito mais gravosa a taxa reduzida que para a normal ea intermédia.

Ora, vejamos:

passar de 5 para 6 representa um acréscimo de 20%,

passar de 12 para 13 representa um acréscimo de 8,3%,

passar de 20 para 21 representa um acréscimo de 5%,

o que quer dizer que os bens essenciais, como pão, medicamentos, livros, terão um acréscimo percentual de IVA quatro vezes superior ao da taxa normal e quase duas vezes e meia superior ao acréscimo do IVA na taxa intermédia.

 

Um pormenor (não tão menor como isso...) que revela que, além do IVA ser "cego", os acréscimos deste imposto vão contribuir para ainda mais agravar a injustiça social em que vivemos, ao mais agravar a taxação dos produtos de primeira necessidade que, por isso, justificam taxa reduzida!

 

3 comentários

Comentar post