Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

INTERVENÇÃO DE BERNARDINO SOARES, NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - PCP recusa reescrita da história

11.11.09

O triunfalismo comemorativo a que temos assistido nos últimos dias, de que alguns aqui na Assembleia da República também reivindicam o seu quinhão, mais do que o facto histórico que se verificou há 20 anos atrás, visa reescrever a história e tentar decretar, para o presente e para o futuro, a vitória definitiva do sistema capitalista como se do fim da história se tratasse.

É aliás extraordinário, mas não certamente um acaso, que isso aconteça no momento em que uma gravíssima crise internacional põe a nu as contradições do capitalismo e arrasta os povos para a degradação das suas condições de vida, para o aumento da pobreza e para uma ainda maior exploração dos trabalhadores e dos mais desfavorecidos.

É ainda extraordinário e inaceitável que esta gigantesca reescrita da história procure fazer tábua rasa dos contributos do campo socialista em aspectos decisivos do progresso da humanidade no século XX, como são os casos do contributo determinante para a derrota do nazi-fascismo da luta e derrota do colonialismo, do progresso social económico e cultural e dos direitos dos trabalhadores em todo o mundo, da paz e da manutenção de um equilíbrio militar estratégico.

É aliás significativo que se ignorem importantes consequências das alterações ocorridas há cerca de 20 anos no Leste europeu, como a drástica redução da esperança de vida, a destruição dos sistemas sociais, o desemprego, o aumento exponencial da pobreza, da fome e da marginalidade. Ou como o retrocesso social e nos direitos dos trabalhadores entretanto verificado e em curso, incluindo no nosso país. O Imperialismo norte-americano e o seu pilar na União Europeia crescentemente militarizada encontraram um campo mais liberto para a ingerência, a invasão e o desmembramento de países soberanos. Pela primeira vez desde 1945 a guerra voltou à Europa e um país soberano – a Jugoslávia - foi desmembrado com a participação activa e directa de potências estrangeiras.

O que foi derrotado não foram os ideais e o projecto comunistas, mas um «modelo» historicamente configurado, que se afastou, e entrou mesmo em contradição com características fundamentais de uma sociedade socialista, sempre proclamadas pelos comunistas, onde são indispensáveis entre outras a democracia política e a liberdade.
O PCP rejeita por isso o teor dos votos em análise, registando diferenças substanciais entre eles, em especial os que fingem ignorar os muros reais que hoje existem contra a liberdade, a dignidade, que impõem a exploração agravada, ou que suportam a guerra e a ocupação.
O afã comemorativo destes dias visa sobretudo o presente e o futuro; visa a luta dos povos contra a natureza agressiva do capitalismo, deseja desmobilizar a esperança e esconder que há alternativa a este sistema.
Não o conseguiram no passado e não o conseguirão no futuro.

 

9 comentários

  • Sem imagem de perfil

    ComunaAlfenense 12.11.2009

    Ouve lá, oh gajo.... já tou farto de ti... porque não vais para o blog ''Alfenaparatodos'' vomitar esses disparates??? Ao menos lá, concordas sempre com tudo e com todos, por isso evita vir aqui pois pelo que vejo, dá-te muita volta ao estomago o que aparece aqui escrito!
    Por isso, vai, fecha a porta ao sair e.... Não Voltes!!!
    Agradecido!
  • Sem imagem de perfil

    nuno borges 12.11.2009

    mais uma vez escrevo estamos a dar valor a quem não merece,então o sr césar passa por nós quando estámos a colocar pendões, para o seu carro e feito sei lá o que põe-se a olhar,para o dia de ontem,se queria diálogo que falasse nessa noite por isso digo deixem o falar mal ,coitado não sabe dizer mais nada.
  • Sem imagem de perfil

    lsoares 12.11.2009

    O paleio normal dos anti-comunistas é a NÃO discussão dos problemas que se abordam em qualquer momento pelos comunistas, estejam eles representados onde estiverem.
    Repare-se que este tal de César, não discute o que disse o Bernardino Soares! Como nunca discutiu os Programas da CDU para Alfena ou para o Concelho, etc etc .
    Mas pretendeu sempre comentar, pela negativa, o que fazemos!
    Será só desconhecimento, ou medo de que nós transmitamos as nossas opiniões?
    Porque fica tão incomodado por colocarmos aqui, as nossas iniciativas e posições nos Órgãos institucionais onde representamos uma parte significativa da população Portuguesa?
    Quer limitar actividade do PCP?
    Enfim.
    Como não tem capacidade para conversar seriamente , independentemente da sua opinião, evidenciando a sua ignorância política, tenta entrar pelo mais simples: a cassete do anti-comunismo .
    Pior do que isso, pode ser a forma de respostas que se possam dar através deste Blog, onde livremente se escreve o que se pensa.
    É que, dar respostas como as acima dadas, levanta o ego ao homem, dá-lhe pica, e ele vai continuar a destilar o seu ódio aos comunistas.
    Mas seria correcto pedir seriedade ao tal de César.
    Saberá ele o que é isso?
  • Sem imagem de perfil

    Cesar Lopes 13.11.2009

    Caro LSoares uma resposta para si ponto a ponto:

    "O paleio normal dos anti-comunistas é a NÃO discussão dos problemas que se abordam em qualquer momento pelos comunistas, estejam eles representados onde estiverem."

    Não o sou nem me vejo nessa sua acusação. O problema que o sr quer que se discuta é sim a vossa cassete. O problema que eu troxe ao blogue foi sobre uma questão internacional. Mas que é tabu para o Comunismo. Isto faz de mim anti-comunista? A tal questão de liberdade de expressão, tal como diz o Provedor, está ou não está aqui presente?

    "Repare-se que este tal de César, não discute o que disse o Bernardino Soares!"

    Não discuti é verdade, nem queria. Apenas quis chamar a atenção do discurso dele. Afinal saberá ele as condições em que vivem as sociedades de governação comunista? Ou aquele discurso foi apenas uma tentativa de desculpar os erros dos seus passados camaradas? É que pior que ser cego é aquele que não quer ver.


    "Mas pretendeu sempre comentar, pela negativa, o que fazemos!
    Será só desconhecimento, ou medo de que nós transmitamos as nossas opiniões?"

    Nunca comentei aqui as vossas propostas nem pela negativa nem pela positiva. Cabe a cada um de vós comentar isso. Assim como eu tenho uma opinião, visto que tenho essa liberdade consagrada na Constituição. Medo? Não! Porque mesmo com as vossas provocações eu continuo a responder, de cabeça bem levantada. Mas não é isso que se discute.

    "Porque fica tão incomodado por colocarmos aqui, as nossas iniciativas e posições nos Órgãos institucionais onde representamos uma parte significativa da população Portuguesa?"

    Não fico incomodado, estejam á vontade. Mas pensem que há coisas que ao povo custa engolir, mesmo isso sendo o vosso Tabu.

    "Quer limitar actividade do PCP?"...
    "Como não tem capacidade para conversar seriamente , independentemente da sua opinião, evidenciando a sua ignorância política, tenta entrar pelo mais simples: a cassete do anti-comunismo."

    Essa cassete não existe. São vocês que têm mesmo a mania da perseguição. Cassete têm vocês e não a vão mudar nem daqui a 30 anos.

    "Pior do que isso, pode ser a forma de respostas que se possam dar através deste Blog, onde livremente se escreve o que se pensa."

    Quando aqui vos defendi de um Ermesindense louco, vocês não me disseram isso. Parto do principio se estiver convosco sou amigo, e até podemos ir tomar uns copos. Mas quando toco nas vossas feridas, já querem correr-me a pontapé.

    "É que, dar respostas como as acima dadas, levanta o ego ao homem, dá-lhe pica, e ele vai continuar a destilar o seu ódio aos comunistas."

    Eu não ganho ódio a quem não conheço e nunca me fez mal de verdade. Eles têm a opinião deles. São livres de dizerem o que quiserem.

    "Mas seria correcto pedir seriedade ao tal de César.
    Saberá ele o que é isso?"

    Quer falar seriamente? Então pense no Muro de Berlim como uma 2ª Vitória do Holocausto, e não como um tabu a ser evitado.

    Pela minha formação sei destinguir p que é bom e o que é mau no comunismo. sei ver o que está errado mas tb sei ver o que está correcto. Não ando cego, apregoar a liberdade para depois ficar enfiado num tabu que, não pode ser porque pelo bem e pelo mal, significa libertar-se do erro cometido.

    O Sr. LSoares, quando comete os seus erros, e os corrige, sente-se com mais liberdade ou fica preso para sempre ao passado?
  • Sem imagem de perfil

    lsoares 13.11.2009

    Anti-comunista , consciente e consistente.
    O ser consistente, até lhe pode ser salutar. Não desiste.
    Assim como ser anti-comunista e consciente. É um direito que lhe assiste.
    Agora, quando nos envolvemos numa discussão, não é de bom tom desviar do assunto em questão para ir para outro lado...
    A isto chama-se de oportunismo.
    Apanha a boleia e pretende comentar o que...não está lá...
    O que nós quisemos divulgar foi a posição do nosso camarada Bernardino Soares.
    Pode ter a certeza, que em qualquer altura, quando quiser, e onde quiser, pode conversar connosco, sobre tudo que mais lhe atormenta a alma. Até sobre as criancinhas comidas pelos comunistas ao pequeno almoço. TUDO.
    Mas faça-o sem preconceitos do seu anti-comunismo .
    Não gosta. Pronto. Mas respeite a opinião e o direito dos outros, em a divulgar.
    Mas também, mesmo que não goste nem queira respeitar-nos, nós vamos continuar a dizer o que pensamos.
  • Sem imagem de perfil

    Artur 17.11.2009

    o home calou-se.
    disses-te que ias esplicar como se come criancinhas, ele ficou assustado, e calou!
  • Sem imagem de perfil

    ComunaAlfenense 18.11.2009

    Não calou não.... vais ver... é tipo cobra, leva uma sacholada na cabeça mas continua com o corpo a rabiar.... vais ver... :)
  • Sem imagem de perfil

    Artur 19.11.2009

    Sacholada na cabeça, salvo seja...na mente.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.