Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Honório Novo visita Campo por causa do problema da A41

03.07.09

O deputado do PCP na Assembleia da República, Honório Novo, visita amanhã, Sábado, 4 de Julho, a freguesia de Campo, para conhecer de perto o problema do traçado projectado para a A41, que prejudicará as populações do Alto da Ribeira e do Pinheiro Manso, ao isolá-las do resto da freguesia.

 

O problema foi denunciado pelos eleitos da CDU nas recentes reuniões da Assembleia Municipal de Valongo e da Assembleia de Freguesia de Campo. O descontentamento das populações afectadas é evidente. Em causa está a construção da nova autoestrada A41, que em parte vai atravessar Campo, e dos respectivos acessos à Via Distribuidora que a Autarquia está a construir naquela freguesia. De acordo com o projecto existente, a obra isolará as populações do Alto da Ribeira e do Pinheiro Manso (Lamosas), situadas numa área mais excêntrica de Campo.

 

Questionado na Assembleia Municipal sobre qual tinha sido a posição da Câmara face a este projecto, o Presidente da Câmara, Fernando Melo, não esclareceu a CDU. Entretanto, a população lançou já um abaixo-assinado, exigindo o reajustamento do traçado e a construção de acessos dignos à rede viária municipal.

 

Honório Novo contactará com a população destes lugares no Alto da Ribeira, Campo, pelas 15h45.

7 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Provedor 12.07.2009

    Senhor Carlos Basto, o senhor continua a falar do que não conhece ou então a falar de ouvido. Também não se sabe se o senhor é de Alfena ou de Ermesinde. O Senhor chega ao ponto de dizer que o BE, votou contra o orçamento de 2005. Eu vou lhe explicar para o senhor perceber melhor as coisas, o orçamento de 2005 é votado em fins de 2004. Ou seja em 2004 o BE não estava na assembleia municipal.
    Uma coisa lhe garanto vou continuar a elucidá-lo, pode levar tempo, mas vai a ficar a perceber alguma coisa- está prometido
  • Sem imagem de perfil

    Carlos Basto 12.07.2009

    Sr.Provedor: já cá faltavam os moralistas sectários, que vê num erro de datas um grave erro politico a necessitar de um professor catedrático para os rectificar.
    Para alem de voce me questionar se sou daqui ou de ali respondo que sou valonguense à 50 anos e que a Constituição da Republica me confere legitimidade para concorrer a onde achar mais conveniente e me sinta mais á vontade, o facto de concorrer por Alfena, resultam das minhas afinidades com esta freguesia que datam de mais de 45 anos.
    Mas se é só isso que tem para me dizer passe bem. A CDU merece-me muito mais respeito do que o Sr. Provedor professor e a sua ladainha.
    Fiz um comentário ao comentário do Sr. Joaquim sobre o Bloco de Esquerda (que julgo não ser a posição da CDU), ser uma barriga de aluguer, nesse comentário fiz duas perguntas, relatei factos e a resposta que obtenho do Sr. Provedor a esses factos são que a CDU/PS/PSD/CDS; aprovaram os OGOPs, não em 2005/6 como eu disse, mas sim em 2006 e 2007.
    A pergunta que se coloca, é se a responsabilidades desses resultados político, económicos e sociais foram alterados pelo facto de ser outra a data. Olhe que não. Os factos, (e repito mais uma vez ) são que aprovação (votaram a favor o PS/CDU/PSD/CDS), politica dos OGOPs de 2006/2007, contribuíram para um maior retrocesso económico e social do concelho hoje bem claro para todos, penso que até para o Sr. Provedor.
    Como pode ver, procuro sempre a discussão política dos factos. Ficaria agradecido se a correcção das datas fosse apenas uma correcção, mas não, na sua correcção esconde uma politica sectária.
    Só uma nota fui eu que entrevi na assembleia municipal sobre os OGOPs de 2006 e 2007
    Sem mais nada
    Carlos Basto
  • Sem imagem de perfil

    Caetano 12.07.2009

    Senhor Carlos Basto, não gosto muito de entrar neste tipo de debate, mas não posso deixar passar uma falsidade. Já alguém aqui afirmou de que o senhor não está bem informado. Como sabe eu também intervi nesses dois orçamentos, e como devia saber, eu represento a CDU na assembleia municipal, e saiba que não votei favorávelmente o orçamento de 2007. Consulte as actas se tem dúvidas.
    Cumprimentos
  • Sem imagem de perfil

    Carlos Basto 12.07.2009

    Tem razão Caetano absteve-se rectifico a votação de 2007, porque se bem se lembra em 2006 votaram todos favoravelmente, menos o Bloco de Esquerda em 2007 contra votou o Bloco de Esquerda, absteve-se PCP (Caetano o resultado da abstenção fica-se portanto pelo NIM que tem o valor que tem) a favor, a CDU (Sofia de Freitas) /PS/PSD/CDS
    Rectificação feita. Posso ter lapsos de memória, errar, mas não sou falso dou a mão á palmatória, não sou sectário e estou pouco preocupado com os nomes que me queiram chamar.
    Peço uma ajudinha ao Sr. Caetano para o seguinte a abstenção do PCP (Caetano em 2007), não foi por acaso procedido de uma declaração de voto dando o beneficio da duvida ao governo de Fernando Melo: não estou a fazer uma afirmação apenas tirar uma duvida , já que não tenho as actas aqui em casa.
    Abaixo entre parentes está um pedido de esclarecimento (público) lido pelo Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal ,está em acta desta, mas que nunca foi esclarecido quer pelo PS quer pela CDU. Um bom momento para esclarecer.
    (Aproveitamos para um pedido de esclarecimento às bancadas do PS e da CDU, que viabilizaram o Orçamento para 2006. Que ganhou o município com o beneficio da duvida atribuído a esta maioria? Quais dos pressupostos que levaram a tal viabilização foram cumpridos?")
    Um abraço sincero
    Carlos Basto
  • Sem imagem de perfil

    Caetano 12.07.2009

    Senhor Carlos Bastos, o votar sempre contra não é um sinal só por si de inteligência. Pode também mostrar algumas fraquezas de apresentação de propostas alternativas.
    Em todos os orçamentos exigimos ser ouvidos e apresentamos sempre propostas. este é o nosso entendimento do poder autárquico Por isso somos contra executivos mono colores, defendemos que depois de eleitos todos devemos contribuir para o bem das populações locais, mas isto dá trabalho. O mais fácil é estar sempre contra .
    Quanto ao orçamento de 2006, como se devia lembrar na primeira proposta votamos contra. Fomos chamados para apresentar propostas para ser possível viabilizar o orçamento. Apresentamos propostas de inclusão de 900 mil euros para ser aplicado no meio ambiente - resultado; corredor ecológico, melhoramento dos acessos a Couce e requalificação da aldeia de Couce. Por isso não nos arrependemos de ter viavilizado o orçamento de 2006.
    Senhor Carlos Bastos, se quebrei a promessa de responder a este tipo de comentários, não foi só por si, foi porque os Valonguenses merecem saber quem está do lado deles.
    PS: Fique também a saber que não nos preocupou votar propostas do PS, PSD ou CDS, desde que elas sejam justas terão o nosso acordo. Gostariamos que em Salvaterra de Magos, estas propostas também fossem sempre boas para ter o nosso apoio.
    Um abraço
  • Sem imagem de perfil

    Carlos Basto 12.07.2009

    Sr. Deolinda Caetano claro que votar contra não è por si só um acto de inteligência, pode muito bem ser por si só um acto oportunista, em defesa de interesses instalados em benefícios próprios ou partidários, e não são por si só necessariamente inteligentes as apresentação de propostas alternativas, até porque todos os partidos as apresentam, incluindo o Bloco de Esquerda, só que as não negoceia contra o povo, foi isto que prometemos aos valonguenses e cumprimos.
    Pela amizade e simpatia que lhe tenho, não entenda o que atrás digo, como sendo uma critica á CDU.
    Sr. Deolinda Caetano nos programas que apresentamos as populações continham as nossas propostas aquelas que achamos as melhores, as mais necessárias e urgentes para os valonguenses, apresentamo-las às populações, defendemo-las e lutamos por elas nas assembleias, nas reuniões com o executivo ao abrigo do direito da oposição.
    È óbvio, que que a CDU, não está arrependida de terem aprovado o orçamente de 2006 não sei nem me interessa o que propuseram, o que sei é que é que na globalidade esse e outros orçamentos e planos, ao longo de 16 anos atiraram Valongo para a cauda do grande Porto, e da área metropolitana.
    Porque sei que não gosta do debate nos blogs, vou-me ficar por aqui, apenas fazer uma comparação.
    O Bloco de Esquerda, travou uma enorme luta pela requalificação e distribuição de refeições nas escolas da Bela, Gandra e Sampaio, mobilizou os pais para assembleia descentralizada realizada em Ermesinde como muito deve estar lembrado, fomos sujeitos a chantagem quando chamados ao executivo ao abrigo do direito da oposição, não tive-mos dúvidas em dizer ao executivo que a única coisa que nos aproximava do Orçamento e Planos eram as escolas, mas que isso não invalidava a nossa rejeição à globalidade dos documentos em discussão. Esta é a nossa política, A verdade da nossa política.
    Reenvio-lhe esta parte porque só a direita e a estrema direita utilizam estes miseráveis argumento, depois Sr. Caetano tome atenção aos telhados de vidro. Aconselho sinceramente a não ir por ai.
    Um abraço sincero
    Carlos Basto


    (Gostaríamos que em Salvaterra de Magos, estas propostas também fossem sempre boas para ter o nosso apoio)
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.