Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Sobre os últimos acontecimentos verificados na Assembleia Municipal de Valongo

26.05.09

Sobre o desenrolar das últimas sessões da Assembleia Municipal de Valongo, a CDU lamenta o conjunto de problemas ocorridos e responsabiliza inteiramente o PSD e a Presidente da Mesa da Assembleia pelos mesmos.


Enquanto o PSD tenta vitimizar-se, e assim desviar as atenções do “negócio” que procura levar a cabo, relativo à entrega de um importante serviço público a privados, negócio cujo valor ascende 24 milhões euros, verifica-se que a Presidente da Mesa da Assembleia vai tentando a todo o custo, inclusivamente passando por cima das leis em vigor e do próprio regimento da Assembleia, fazer aprovar a proposta de entrega do referido serviço.


À semelhança do que ocorrera na reunião precedente, a reunião que a Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Valongo agendou para o passado dia 25 de Maio foi interrompida por falta de quórum. Consideramos que não foram cumpridos os prazos da convocatória e que houve uma tentativa de limitação dos tempos de intervenção. Trata-se, por isso, de uma alteração unilateral do regimento, o que é inaceitável.


Por considerar que a convocatória era ilegal, a CDU impugnou a reunião, no que foi acompanhada pelo PS. Mesmo com os pedidos de impugnação, porém, a Presidente da Mesa da Assembleia tentou realizar a reunião.

A CDU não teme e condena veementemente a prepotência e ameaças da Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Valongo, que, em consonância com o PSD e o executivo camarário, tenta coagir o livre funcionamento do órgão autárquico a cuja Mesa preside.

Considera a CDU que o comportamento da Presidente da Mesa da Assembleia não ajuda a resolver o conflito, antes o agrava, adiando a discussão do que realmente interessa.

Por tudo isto, e tendo em conta os acontecimentos verificados na reunião de ontem da Assembleia Municipal de Valongo, a CDU reafirma aquilo que teve oportunidade de afirmar no passado, isto é, que a Dr.ª Sofia de Freitas não tem, por um lado, legitimidade política e, por outro lado, competência para desempenhar o cargo de Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Valongo, pelo que é da maior urgência que peça a demissão. É o que a CDU exige.

2 comentários

Comentar post