Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Passagens Pedonais sobre as Linhas Ferroviárias que atravessam a Cidade

02.04.09

Nos últimos anos, a CDU expôs por diversas vezes às autoridades, a necessidade de substituir todas as passagens de nível existentes na cidade de Ermesinde (para automóveis e peões) por passagens desniveladas subterrâneas.

Sobre a passagem de nível da Rua Miguel Bombarda, cujas obras finalmente começaram agora, houve até iniciativas dos deputados do PCP na Assembleia da República.

 Sobre as passagens de nível para peões, que são várias dentro dos limites da cidade de Ermesinde, o assunto foi levado pelos eleitos da CDU a esta Junta e Assembleia de Freguesia e à Assembleia Municipal, sem resultado.

CP, REFER, Câmara e Junta nunca fizeram caso nenhum das sucessivas queixas e chamadas de atenção e as passagens de peões continuam na mesma e a fazer vítimas. No espaço de meio ano, duas adolescentes na primavera da vida, foram ceifadas por morte horrorosa ao atravessar a via no apeadeiro da Palmilheira. Quanto vale uma vida? Incomparavelmente mais que qualquer miséria de tunelzeco subterrâneo, que qualquer alarme sonoro, que possa ser feito para melhorar a segurança nestes locais. No sistema capitalista em que vivemos, a vida humana nada vale, e este é apenas um bom exemplo.

 Em qualquer país europeu não existem passagens de nível para peões e é proibido rigorosamente o atravessamento das vias. Todos os atravessamentos da via férrea, nas estações ou nos mais pequenos apeadeiros, são feitos normalmente em passagens subterrâneas.

Consideramos também que tem aumentado para a falta de segurança dos atravessamentos da via férrea o facto de os comboios não usarem de há um tempo a esta parte, sinais sonoros ao aproximarem-se de pontos sensíveis, como são as passagens mais concorridas. Estes sinais podiam advertir as pessoas e evitar desastres.

Exigimos mais uma vez o urgente desnivelamento de todas passagens de nível existentes em Ermesinde (linhas do Minho e Douro e Ramal de Leixões), que são um perigo para os milhares de pessoas, entre as quais inúmeras crianças e jovens das escolas, que se vêm obrigadas a atravessá-las.

E como já chega de mortes em Ermesinde, pretendemos que a Junta tome uma atitude de força e seja a dinamizadora de uma abaixo-assinado sobre este problema, a ser enviado à Refer, CP, CMV e Assembleia da Republica.

 

 

Proposta de Texto para Abaixo-Assinado:

Passagens Pedonais sobre as Linhas Ferroviárias que atravessam a Cidade

 

Ermesinde, entroncamento ferroviário, é largamente atravessada pelas linhas do Douro e Minho e pelo mal aproveitado ramal de Leixões. Em consequência desse atravessamento, existem dentro da cidade várias passagens de nível pedonais, incluindo a passagem no apeadeiro da Palmilheira. Três dessas passagens de nível – nas Linhas do Minho e Douro e no ramal de Leixões – encontram-se no caminho entre uma zona densamente povoada – as Saibreiras – e equipamentos essenciais, como as escolas, as piscinas, a estação, a feira-mercado, o parque urbano. São atravessadas diariamente por milhares de pessoas, entre as quais se contam largas centenas de crianças e jovens. No espaço de meio ano, duas adolescentes na primavera da vida, foram ceifadas por morte horrorosa ao atravessar a via no apeadeiro da Palmilheira.

Esta questão das passagens de nível faz parte do desleixo da CP, REFER e do Poder Local. Só esse desleixo justifica a manutenção destes potenciais locais de perigo, de mutilação e de morte de pessoas.  

Passagens desniveladas subterrâneas para peões são obrigatórias em toda a Europa, da fronteira portuguesa para lá. São fáceis de construir, baratas, esteticamente não agressivas e funcionais para quem tem de as atravessar.

Se o caminho de ferro é um inegável factor de civilização, a segurança dos atravessamentos ferroviários não o é menos.

Assim, os abaixo-assinados exigem das entidades competentes que pensem seriamente no problema e o resolvam com brevidade.

 

Ermesinde, 1 de Abril de 2009

 

A Coligação Democrática Unitária

 

O abaixo-assinado foi aprovado por unanimidade, agora é tempo de todos se unirem à CDU na recolha das assinaturas. Independentemente das responsabilidades que cada entidade (CMV, Junta, REFER, CP, Governo)  teve na não resolução deste problema antes dos acidentes acontecerem, é hora de juntar o maior número de assinaturas possíveis para que esta situação não continue.

DÊ O SEU CONTRIBUTO, DIRIJA-SE À JUNTA, ASSINE E LEVE UMA FOLHA PARA OS SEUS AMIGOS ASSINAREM!

 

 

 

8 comentários

Comentar post