Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU Valongo

Página informativa sobre a atividade da CDU no concelho de Valongo.

Tomada de posição da CDU acerca dos problemas do novo Centro de Saúde de Ermesinde

02.10.08

Reproduz-se abaixo a mais recente tomada de posição pública da CDU, remetida hoje à comunicação social, sobre os problemas do novo Centro de Saúde de Ermesinde.

 

Problemas do novo Centro de Saúde de Ermesinde exigem tomada de posição dos órgãos autárquicos locais e intervenção célere por parte da Tutela

Face aos desenvolvimentos recentes da questão do novo Centro de Saúde de Ermesinde, que incluíram movimentações populares bastante críticas face aos importantes problemas existentes nas novas instalações, movimentações que se estenderam às reuniões da Assembleia de Freguesia de Ermesinde e Assembleia Municipal de Valongo recentemente realizadas, oferece-se à CDU afirmar o seguinte:

1. Em comunicado à comunicação social datado de 15 de Setembro p.p., a CDU fez questão de sublinhar que a abertura do novo Centro de Saúde em Ermesinde teria de significar uma efectiva melhoria da prestação de cuidados de saúde na cidade. Por um lado, seria importante que o problema dos transportes para a nova localização, bastante excêntrica, fosse resolvido, através do ajustamento do curso da carreira STCP que serve aquela zona e da intensificação do número de autocarros; por outro lado, a abertura das novas instalações não poderia fazer com que se negligenciasse a importância da requalificação das antigas instalações e sua colocação em funcionamento a breve trecho com todas as valências, de forma a resolver o problema persistente da falta de médicos de família na freguesia (que continuam a ser os mesmo 13 mil que eram quando as instalações antigas estavam em funcionamento).

2. As recentes movimentações populares em torno dos problemas das novas instalações - que tiveram expressão importante na Assembleia de Freguesia de Ermesinde e na Assembleia Municipal de Valongo, ambas realizadas na cidade, respectivamente nos dias 29 e 30 de Setembro - não só vieram sublinhar a pertinência da posição apresentada pela CDU sobre o assunto, como a sublinharam por excesso, já que a gravidade dos problemas é maior do que o que se pensava. Para além dos problemas relativos aos transportes e estacionamento, há também problemas graves ao nível dos acessos, incluindo dos acessos para deficientes, da climatização do edifício (não tem ar condicionado, o que motivou inclusivamente desmaios de alguns utentes) e dos recursos disponíveis para os utentes (bar, máquinas de bebidas, etc.). Entretanto, mantém-se igualmente indefinida a situação futura das antigas instalações.

3. Face a esta situação, o Presidente da Câmara de Valongo, Fernando Melo, e o Presidente da Junta de Freguesia, Artur Pais, remetem para a Administração Regional de Saúde do Norte a resolução dos problemas. Sendo verdade que é a este instituto público que compete essa resolução, exige-se aos representantes dos órgãos autárquicos locais uma posição mais forte e interventiva na defesa dos interesses da população, que é isso que a população pretende e exige. Por outro lado, é evidente que a ARS terá de actuar o mais rapidamente possível no sentido da resolução dos problemas detectados, porventura em articulação com a Câmara e com os STCP. Simultaneamente, é importante que o Governo apresente publicamente - e aqui volta a exigir-se a pressão da Câmara e da Junta - os seus planos para as antigas instalações do Centro de Saúde de Ermesinde e para a unidade de saúde e Alfena. Da parte da CDU, está a ser preparada uma intervenção na Assembleia da República sobre o tema, que acontecerá na sequência do mandato aberto que os deputados do PCP na AR realizarão no concelho no próximo dia 6 de Outubro, 2ª Feira (programa da visita a divulgar oportunamente).


Ermesinde, 2 de Outubro de 2008

A Coordenadora da CDU/Valongo

1 comentário

Comentar post