19
Mai 17

Esta Revisão Orçamental, com a disponibilidade financeira de cerca de 4 milhões de euros, vem permitir que se resolvam alguns problemas que se arrastam há anos e que não estavam contemplados na primeira proposta chumbada pela CM, tais como:

  • o aumento do subsídio mensal para as Cooperações de Bombeiros com retroatividade ao início do ano de 2017;
  • a urgente solução para os problemas da educação no concelho;
  • a reposição da iluminação pública em todo o concelho;
  • o grande passo para o início da construção de um novo edifício para a Junta de Freguesia de Alfena;
  • o primeiro sinal de reconhecimento da inexistência de uma piscina que sirva as populações de Campo e Sobrado;

 

Pena foi que, uma oportunidade como esta, que deveria ter contribuído para reforçar os laços de união de um executivo tripartido, responsável por todos os resultados, quer positivos, quer negativos obtidos ao longo deste mandato, tivesse sido transformada na maior operação demagógica, eleiçoeira e oportunista, levada a cabo por diversos membros do executivo que têm pelouros atribuídos.

 

Numa conduta a todos os títulos reprovável, alguns membros do executivo em permanência, achincalharam, mentiram e reforçaram o descrédito da gestão autárquica do concelho de Valongo. Gestão da qual sempre fizeram parte desde o 25 de Abril.  Optaram por um caminho questionável, em vez de encetarem esforços na procura de entendimentos e de contribuições dos restantes membros do executivo. Fugiram à discussão, fingindo que tinham maioria absoluta. Preferiram armarem-se em vítimas, telefonando para aqui e para acolá, rejeitando todos os esforços de cooperação demonstrados pela CDU e algumas Juntas de Freguesia, arrastando para a praça pública, aquilo que só em sede própria tinha obrigatoriamente de ser discutido e solucionado.

 

Esta vergonhosa operação acabou por prejudicar a discussão de tão importante assunto.

 

Apesar de achincalhados em praça pública, com mentiras e calúnias, a CDU sempre esteve disponível para o diálogo e para encontrar consensos, mesmo com aqueles que nos maltrataram, porque acima de qualquer coisa, para nós estão os valonguenses e são estes que nós temos de respeitar, solucionando os seus problemas e as suas preocupações.

 

A CDU na Câmara, responsavelmente, com a abstenção, viabilizou a 2ª Revisão do Orçamento e 2ª Revisão das grandes Opções do Plano do Ano de 2017.

 

Mas, o comportamento nestes últimos tempos do PS obriga-nos a ter cuidados redobrados. Já compreendemos que não se importam de sacrificar a resolução dos problemas que todos os dias os valonguenses vivem, por mais um quinhão de votos que os possam fazer vencer as eleições com maioria absoluta.

 

Como forma de garantirmos que esta revisão é aprovada e que com ela parte dos problemas do concelho possam ser resolvidos e tendo em conta que cumprimos com a nossa palavra perante instituições cuja sanidade financeira desta revisão dependem, iremos garantir que este documento é aprovado, votando favoravelmente.

 

18 de Maio de 2017

A CDU Valongo

.: cduvalongo às 08:34

Câmara Municipal
Assembleia Municipal
Alfena
Campo & Sobrado
Ermesinde
Valongo
pesquisar neste blog
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31